Tratamentos das Tendinites no Ombro e sua Prevenção

Devido a uma interface limitada entre o úmero e a escápula, essa articulação é a que possui maior liberdade de movimento no ser humano.

Por que é tão comum a tendinite no ombro?

A sua estabilidade é mantida por um “sistema passivo”, composto pelo complexo capsulo ligamentar glenoumeral e um “sistema ativo”, representado pelos músculos e tendões do manguito dos rotadores. 

O lábio glenoidal é uma estrutura fibrosa que reveste o perímetro da cavidade glenóide e serve, essencialmente, para aprofundar a articulação e desse modo aumentar sua estabilidade. 

A extrema mobilidade da articulação glenoumeral é alcançada em sacrifício direto da estabilidade. A cápsula articular, que circunda completamente a articulação, não é uma estrutura rígida e permite uma separação significativa das faces articulares durante o movimento umeral anterior e inferior. 

Os músculos do ombro tem uma importante função para estabilizar a articulação glenoumeral e proporcionar uma mobilidade sem impactos, provocando uma sobrecarga maior sobre os tendões quando solicitado movimentos repetitivos e de força.

O tratamento consiste em repouso, reabilitação musuclar e fisioterapia, alguns casos infiltração e ortotripsia. A cirurgia é de exceção.

Principais tendinites do ombro

Saiba mais do tratamento e prevenção aqui >

MUITO BOM! VOCÊ LEU TODO O CONTEÚDO. Ficou alguma dúvida? Deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

Ombro-Brasília
Ombro-Brasília

Dr. Márcio R. B. Silveira, criou a Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília / DF, para atuar principalmente no tratamento de lesões de cartilagem, buscando sua reparação e transplante; rupturas ligamentares articulares e sua reconstrução biológica e prevenção; tratamento da artrose, com medidas medicamentosas e artroplastias; tendinites e rompimento de tendões provocadas tanto por atividades esportivas, como por alterações degenerativas; fraturas em idosos que apresentam ossos mais frágeis; e enfoque na reabilitação muscular e postural.

No Comments

Write a Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *